Conheça A Dieta Do DNA

29 Mar 2018 09:24
Tags

Back to list of posts

<h1>Conhe&ccedil;a A Dieta Do DNA</h1>

http://www.michael-kors-taschen.com.de/bromatologia-em-saude-hibisco/

<p>&Eacute; a dieta perfeita. Voc&ecirc; podes ver de perto + conte&uacute;dos sobre isso http://www.michael-kors-taschen.com.de/bromatologia-em-saude-hibisco/ .A dieta do DNA personaliza o card&aacute;pio como nenhuma outra porque utiliza o material gen&eacute;tico de cada pessoa pra embas&aacute;-lo. Essa t&eacute;cnica s&oacute; &eacute; poss&iacute;vel gra&ccedil;as aos avan&ccedil;os do mapeamento gen&eacute;tico e sequenciamento do DNA, que fizeram com que os geneticistas descobrissem a atividade de incalcul&aacute;veis genes. Dizendo melhor: atrav&eacute;s de um teste de DNA, especialistas conseguem descobrir as verdadeiras necessidades nutricionais do paciente e, assim sendo, prescrever os melhores h&aacute;bitos alimentares pra qualquer um deles. De quebra, &eacute; poss&iacute;vel detectar e diminuir o tra&ccedil;o do surgimento de doen&ccedil;as, como obesidade ou diabetes tipo 2. Efeito: fica menos dif&iacute;cil emagrecer, pelo motivo de s&oacute; entram no card&aacute;pio subst&acirc;ncias &quot;do bem&quot; para voc&ecirc;.</p>

<p>Conhe&ccedil;a mais da dieta do DNA. Dieta do DNA: como tem &ecirc;xito? Sua prima testou aquela dieta que saiu na revista e enxugou dois quilos em uma semana. Voc&ecirc;, testemunhando a conquista, resolveu apostar no mesmo card&aacute;pio e… n&atilde;o perdeu nem 100 gramas. De imediato viu esse v&iacute;deo? Ele &eacute; mais comum do que voc&ecirc; imagina. Estudos apresentam que, ante uma mesma interven&ccedil;&atilde;o nutricional, a resposta entre indiv&iacute;duos &eacute; diferente”, comenta Maria Aderuza Horst, nutrigeneticista do laborat&oacute;rio Centro de Genomas de S&atilde;o Paulo. A Gen&ocirc;mica Nutricional estuda como o nosso DNA responde &agrave; nossa alimenta&ccedil;&atilde;o, o que e quanto carecemos consumir pra postergar ou diminuir o risco de desenvolvimento de doen&ccedil;as cr&ocirc;nicas n&atilde;o transmiss&iacute;veis”.</p>

navegue neste site

<p>&Eacute; a&iacute; que se prova a efici&ecirc;ncia da dieta do DNA: com as informa&ccedil;&otilde;es fornecidas pelo teste gen&eacute;tico, os m&eacute;dicos s&atilde;o capazes de indicar o que rola e o que &eacute; melhor recolher do card&aacute;pio, com aproximadamente zero oportunidade de erro. Ok, voc&ecirc; curtiu a ideia de dieta superpersonalizada e quer come&ccedil;ar dj&aacute;. Entenda que &eacute; o m&eacute;dico ou o nutricionista que vai pedir o teste de DNA ao laborat&oacute;rio.</p>

<ol>
<li>Mant&eacute;m M&uacute;sculos Magros, Acordados e Atraentes</li>
<li>Ruta (melancia, ma&ccedil;&atilde;, kiwi, uvas)</li>
<li>1 por&ccedil;&atilde;o de peixe assado</li>
<li>um colher (de sopa) de &oacute;leo de coco</li>
</ol>

<p>O exame &eacute; exercido a partir de amostras de saliva, de onde os especialistas far&atilde;o a extra&ccedil;&atilde;o do DNA. S&atilde;o levados em conta os polimorfismos, transforma&ccedil;&otilde;es gen&eacute;ticas gerais, que executam com que o corpo humano tenha alguma caracter&iacute;stica distinto. No caso do Centro de Genomas, o procedimento continua com o encaminhamento do resultado para um nutricionista treinado, que redige um laudo personalizado. &Eacute; a partir deste documento (e dos exames de rotina, claro) que o teu m&eacute;dico ser&aacute; capaz de preparar a dieta do DNA, totalmente personalizada. Por ser totalmente espec&iacute;fica, &eacute; inadmiss&iacute;vel oferecer exemplos de alimentos ou combina&ccedil;&otilde;es a serem seguidas como em outros regimes.</p>

<p>No entanto a gente a todo o momento lembra: &eacute; muito respeit&aacute;vel consultar o seu m&eacute;dico antes de come&ccedil;ar essa ou cada outra dieta. Quem pode fazer a dieta do DNA? A nutricionista Andrea Marim (SP), diz que a dieta do DNA &eacute; mais indicada para pacientes com obesidade resistente. Entretanto ela n&atilde;o &eacute; restrita a pessoas com o defeito. Qualquer um poder&aacute; fazer, porque ela n&atilde;o retrata tra&ccedil;o a nenhum paciente.</p>

<p>Pra iniciar os exerc&iacute;cios &eacute; preciso aquecer o corpo humano e ampliar a regularidade card&iacute;aca. Para esta finalidade fa&ccedil;a uma s&eacute;rie seguida de 30 agachamentos a 90&ordm;, com os joelhos pela linha dos ombros e sem for&ccedil;ar muito. Com os joelhos da mesma maneira que no exerc&iacute;cio anterior. Dobre os cotovelos e junte as m&atilde;os pela frente do outro. Neste momento voc&ecirc; ir&aacute; agachar mais fundo, praticamente sentando em seus calcanhares, at&eacute; aproximar os cotovelos dos joelhos.</p>

uma-boca-bonita-da-mulher-com-batom-vermelho-11326973.jpg

<p>Depois de aparecer a esta posi&ccedil;&atilde;o salte levantando os bra&ccedil;os. Ao aterrissar no solo dobre os joelhos retornando &agrave; localiza&ccedil;&atilde;o inicial. Repita este exerc&iacute;cio vinte e cinco vezes por tr&ecirc;s s&eacute;ries antes de ir pro pr&oacute;ximo exerc&iacute;cio. Com as pernas abertas, os joelhos flexionados e voltados para fora. Leve os quadris pra tr&aacute;s e para nanico. Os p&eacute;s precisam estar a 45&deg; graus apontados para fora.</p>

<p>Junte as m&atilde;os a frente do peito abaixe a 90&ordm; retornando &agrave; localiza&ccedil;&atilde;o inicial. Repita este exerc&iacute;cio vinte e cinco vezes por tr&ecirc;s s&eacute;ries antes de atravessar para o pr&oacute;ximo exerc&iacute;cio. Pela mesma posi&ccedil;&atilde;o do exerc&iacute;cio anterior, salte na tentativa de absorver os calcanhares dos p&eacute;s. N&atilde;o esque&ccedil;a de manter os quadris baixos. Afaste a perna direita &agrave; frente como ao dar um passo.</p>

<p>Fa&ccedil;a o suporte na perna traseira com a ponta dos p&eacute;s. Continue toda a planta do p&eacute; dianteiro no solo. Dobre o joelho da frente &agrave; 90&ordm; &agrave; frente e o de tr&aacute;s &agrave; 90&ordm; em dire&ccedil;&atilde;o ao solo. Alterne a perna dianteira entre a esquerda e a direita. Repita 25 vezes para cada perna. Deite de costas no ch&atilde;o, mantenha a planta dos p&eacute;s no solo.</p>

<p>Apoie as m&atilde;os ao lado dos quadris, com a cabe&ccedil;a bem apoiada no ch&atilde;o para n&atilde;o for&ccedil;ar a coluna cervical. Eleve os quadris &agrave; altura dos joelhos, contraindo bem o bumbum e as coxas, mantendo toda a for&ccedil;a nos calcanhares pra n&atilde;o sobrecarregar os joelhos. Des&ccedil;a at&eacute; quase retornar &agrave; posi&ccedil;&atilde;o inicial, por&eacute;m sem encostar os quadris no ch&atilde;o at&eacute; o conclus&atilde;o da s&eacute;rie.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License